João Ritter volta a vencer, agora em Pocono

Na última terça-feira (27), foi realizada a quarta etapa da temporada 2020/3 do F1 Brasil Clube na categoria Indycar Series, e o palco foi o oval de Pocono, onde João Ritter superou os adversários para ser o quarto vencedor diferente.

A pole position foi de Yurem Rubens, e completando as 5 primeira posições tivemos João Ritter, Victor del Porto, Alexandre Rigon, e Adriano Fraporti, e mais 20 carros completando um total de 25 pilotos no Dallara IR18 do iRacing.

A corrida começou sem fortes emoções, com primeiras voltas de posicionamento para os pilotos, sem maiores riscos. Ritter, Arenhart, Fraporti, Del Porto e Sanchez eram os cinco primeiros. Os primeiros incidentes foram vistos na Curva 3, onde a redução de velocidade é maior e os pilotos podem espalhar se não ficarem ligados. Infelizmente Igor Goulart, Juliano Rigon, Gil Ribeiro e Lino Palladino, este por problemas de conexão, foram as primeiras baixas em Pocono.

Uma pista que geralmente recebe poucas bandeiras amarelas, Pocono não decepcionou mais uma vez neste quesito, com quatro aparições do Safety Car. Porém aquelas que entraram em jogo foram por fortes acidentes, como um enrosco entre Deivilyn Carrasco e Alexandre Rigon, e outro entre o próprio Rigon e Bruno Miranda. A briga pelo primeiro lugar ficava entre João Ritter e Yurem Rubens, dois experientes pilotos, e com Victor Del Porto acompanhando de camarote à média distância.

As paradas chegaram sob bandeira verde mesmo, já que os incidentes sumiram do mapa. A volta 68 foi repleta de pilotos indo até os boxes. No retorno, João Ritter conseguiu segurar todos os ataques de Yurem Rubens para vencer em Pocono pelo time do Corinthians. O pódio ficou completo por Victor del Porto, que manteve sua liderança no campeonato, apenas 10 pontos a frente do piloto da EG Racing, que finalizou em segundo.

“A Indy Series é aquele desafio máximo onde os pilotos tem de trabalhar o psicológico dentro e fora das pistas, pois se encontram constantemente com os mesmos adversários, e é preciso ter sangue frio para administrar as rivalidades”, afirma Rodrigo Wizard Steigmann, Diretor Geral do F1 Brasil Clube.

A Indy Series terá sua próxima etapa no dia 10 de novembro às 22h (horário de Brasília), no circuito de Daytona, com transmissão ao vivo no canal F1BC.

Final, 85 voltas
1 Joao Ritter (Corinthians), 85 Laps
2 Yurem Rubens (EG Racing), -00.690
3 Victor del Porto (Static Racing), -01.634
4 Julio Moreira (Dragon Racing AV), -02.254
5 Ricardo Bizotto (EG Racing), -08.196
7 Beto Soussa (Corinthians), -10.930
9 Silvio Sanchez (Corinthians), -21.617

Volta mais rápida: Joao Ritter, 0:42.558

Acompanhe nosso pilotos no www.rallytimao.com.br ou em nossas mídias sociais @rallytimao. O Corinthians no Virtual tem patrocínio de Bread King, Carnes Del Sur, Lumipey, GeloPop e Agência Hangar 8.