Silvio vence em Fontana

A Indy Series teve sua abertura da temporada 2020/3 do F1 Brasil Clube no circuito de Fontana nesta terça-feira (15) com o grid preenchido de grandes equipes e pilotos campeões, juntamente com os novos talentos em ascensão, e o final foi eletrizante, com acidentes entre os ponteiros, prorrogação e vitória de Silvio Sanchez (Corinthians).

As rivais EG Racing e Corinthians chegaram com um quarteto cada. Enquanto a escuderia alvinegra teve o potente grupo com Silvio Sanchez, Beto Soussa, Joao Ritter e Tiago Bandeira, a representação cervejeira contou com Rodrigo Franzoni, Ricardo Bizotto, Yurem Rubens, e Marcio Baroni. A Bread King Sports segue sua crescente com Alexandre Rigon e Juliano Rigon formando a dupla. Já as demais entradas foram vôos solos, com Raphael Sabara (Black Nagata), Valmor Arenhart (Catarina Motorsport), Raphael Freire (MidiaSom Racing), Cristiano Benevenuto (SUB Racing), e o campeão da temporada passada, Victor del Porto, sempre pela Static Racing.

E foi Del Porto quem anotou a volta mais rápida na classificação, com Valmor Arenhart, Rdorigo Franzoni, Ricardo Bizotto e Tiago Bandeira no ‘Top 5’, de um total de 26 presentes nesta primeira prova. Confira a ordem completa de largada a seguir.

A corrida teve bons duelos, entre Alexandre Rigon e Ricardo Bizotto, com Beto Soussa observando de camarote, e também entre Raphael Sabará e Pedro Gordilho. Porém as atenções se voltaram a frente quando Yurem Rubens, que entrou no páreo pela vitória, sofreu um toque por erro de netcode com João Ritter e beliscou o muro, perdendo muito rendimento.

A corrida poderia ter um desfecho no ‘photo finish’ entre Victor e João, mas na abertura da penúltima volta ambos se tocaram e a prorrogação surgiu, com Valmor Arenhart na ponta. Era a pitada perfeita de tempero para o encerramento. Aí os pit stops foram fundamentais, quando Valmor seguiu adiante e os demais pararam para combustível. A relargada teve Silvio Sanchez atacando e cruzando a linha de chegada a frente, para abrir a temporada na liderança da Indy Series.

Alexandre Rigon aproveitou bem para fechar em quarto, e Victor Del Porto foi o quinto. Arenhart, Gordilho, Goularte, Takashima, e Godoy concluíram o grupo dos dez primeiros.

“A Indy Series chegou em alto nível e de forma bastante desafiadora, com a união do grid Pro e Light sendo um fator que nos faz ficar de olho no equilíbrio e especialmente na segurança das corridas, mas essa sem dúvidas quebrou o gelo e as próximas devem ser ainda melhores”, afirma Rodrigo Wizard Steigmann, Diretor Geral do F1 Brasil Clube.

A Indy Series terá sua próxima etapa no dia 29 de setembro às 22h (horário de Brasília), no circuito de Motegi, com transmissão ao vivo no canal F1BC. Todas as informações sobre o F1 Brasil Clube você confere em www.f1bc.com.

Final, 98 voltas
1 Silvio Sanchez (Corinthians), 98 Laps
2 Ricardo Bizotto (EG Racing), -00.022
3 Beto Soussa (Corinthians), -00.244
4 Alexandre Rigon (Bread King Sports), -00.404
5 Victor del Porto (Independente), -00.534
11 Tiago Bandeira (Corinthians), -02.941
17 Joao Ritter (Corinthians), -5 L

Volta mais rápida: Beto Soussa, 0:32.723

Acompanhe nosso pilotos no www.rallytimao.com.br ou em nossas mídias sociais @rallytimao. O Corinthians no Virtual tem patrocínio de Bread King, Carnes Del Sur, Lumipey, GeloPop e Agência Hangar 8.